Atendimento: (55) 3781-4362

QUANTO MAIS CONHECIMENTO E CONSCIÊNCIA, MENOS ESPAÇO O RACISMO TERÁ EM NOSSA SOCIEDADE

QUANTO MAIS CONHECIMENTO E CONSCIÊNCIA, MENOS ESPAÇO O RACISMO TERÁ EM NOSSA SOCIEDADE

Data: 13 de novembro de 2019

O professor Benedito de Castro é uma grande personalidade negra na história de Santo Augusto. Escravo alforriado, aprendeu a ler e escrever levando os filhos de seu amo à escola, qualificando-se a transmitir o seu conhecimento aos filhos dos demais colonizadores do nosso Município. Com grande honra por esta história de superação e significado para a nossa comunidade, o Centro Municipal de Cultura, que leva seu nome “Professor Benedito de Castro”, promoveu um importante momento na tarde de hoje, dia 13 de novembro, onde foi realizada uma sessão de cinema e um bate-papo sob a temática “Consciência é tudo”, onde houve debate, reflexões e troca de experiências sobre o racismo.

A mediadora deste encontro foi a arquiteta Débora Raquel Cavalheiro, filha de uma união que venceu preconceitos, sendo seu pai negro e sua mãe branca. Débora relatou suas experiências, desafios e também sua luta para apropriar-se da sua raça e lidar com os preconceitos enfrentados nas mais variadas situações.

Além de uma contextualização histórica, durante o debate foram abordados assuntos como formas de manifestação de racismo e como a trajetória do negro é trabalhada nas escolas, além de uma reflexão sobre que lugar e qual profissão uma pessoa negra ocupa no imaginário popular.

A coordenadora de cultura Patrícia Sperotto ressaltou que este evento integrou a programação da Semana Municipal da Diversidade Étnico-Racial e que durante o mês de novembro também estará à disposição da comunidade no Centro de Cultura uma exposição com fotos e livros ressaltando as culturas negra e indígena.