Santo Augusto - Sábado, 23 de Fevereiro de 2019

Notícia

PREFEITO NALDO PARTICIPOU DA 1ª SESSÃO LEGISLATIVA DE 2019!
05/02/2019 / PREFEITO NALDO PARTICIPOU DA 1ª SESSÃO LEGISLATIVA DE 2019!


Cumprindo com o que determina o Inciso VII do Art. 49 da Lei Orgânica do Município de Santo Augusto, o prefeito Naldo Wiegert participou da primeira sessão legislativa de 2019, na noite do dia 04 de fevereiro, e, juntamente com o vice-prefeito Marcelo Both e servidores que o acompanharam, deixou uma mensagem de otimismo quanto ao futuro de Santo Augusto.
 
Quanto aos anos anteriores, o prefeito Naldo fez os seguintes apontamentos:
 
“Sempre fomos claros, desde a campanha eleitoral, que sabíamos disso, mas que buscaríamos recursos extraorçamentários para melhorar a infraestrutura da nossa cidade e interior. E com persistência e tenacidade, temos, nestes dois anos de governo que já se passaram, buscado cumprir com este desiderato.
 
Tanto que chegamos até agora a cifra de R$ 7.445.177,30 em recursos extraordinários investidos em obras concluídas ou em andamento.
Tendo ainda R$ 862.506,40 de recursos da administração anterior que estão sendo obras que estão sendo concluídos na atual Administração.
 
Nestes dois anos que se passaram, mantivemos equilibradas as nossas finanças e cumprimos com nossas obrigações. Não temos atraso no pagamento dos nossos fornecedores e nossa folha de pagamento, incluindo o décimo terceiro salário e as obrigações patronais estão rigorosamente em dia.”
 
Já para 2019, o prefeito Naldo também expôs a situação atual:
 
“Quanto ao orçamento para o exercício de 2019, aprovado por esta casa no valor de R$ 55.927.000,00 (consolidado, ou seja, Executivo R$ 44.022.028,00; Legislativo R$ 2.164.572,00 e RPPS R$ 9.740.000,00), a equipe técnica da administração, com as informações disponibilizadas pela SEFAZ, FAMURS, CNM e Banco Central, estava prevendo um déficit orçamentário na ordem de R$ 4.000.000,00 mas para manter o equilíbrio entre a despesa e a receita estimou um valor na rubrica 4.2.9.9.0.00.1.2.00.00.00 Receitas arrecadada de exercícios anteriores (de recurso livre) no mesmo montante. Razão pela qual, sabedores das dificuldades que seriam enfrentadas em 2019, já no mês de agosto/2018 foram tomadas medidas visando reduzir as despesas, visando realizar sobra de receita em 2018 para cobrir despesas fixadas para 2019. Números que somente teríamos conhecimento de concretização com o encerramento do exercício de 2018. Encerrado as contas de 2018 a Secretaria de Finanças apurou a disponibilidade financeira de recurso livre no montante de R$ 3.850.277,21 já contando com o valor devolvido pelo legislativo de R$ 705.859,57 que deduzido o valor de restos a pagar processados na ordem de R$ 85.010,11 e de restos a pagar não processados de R$ 875.676,41 restou o valor liquido de R$ 2.889.590,69, ou seja, receita insuficiente de R$ 1.110.409,35 para atender despesas já fixadas para 2019. Traduzindo a termos simplórios o déficit orçamentário para o exercício de 2019 é de R$ 1.110.409,31. Isto significa que há uma previsão de despesas maior do que a previsão de receita.”
 
Além destes relatório, Naldo disse que a administração municipal tem consciência dos problemas de infraestrutura rural, agravados pela intensidade das chuvas que deixaram as estradas em péssimas condições. E anunciou:
 
“Para fazer frente a este problema criamos uma força tarefa com contratação de máquinas para atendermos esta necessidade. Nesta semana vamos iniciar atividade intensa para dar melhor condição de trafegabilidade para os nossos produtores rurais.”
 
De forma confiante, o prefeito enfatizou que continuará em busca de recursos e dos projetos encaminhados que não foram atendidos ainda e destacou que em março pretende ir para Brasília para novamente colocar na pauta do governo federal a destinação  de recursos para a construção de pontes sobre o Rio Turvo, recuperação e ampliação da UTAR e vários outros pleitos encaminhados ao governo anterior e que não foram atendidos.
 
Antes de finalizar, Naldo Wiegert reiterou a disposição para diálogo com o poder legislativo a qualquer momento, buscando o progresso do município e encerrou dizendo “Leonel Brisola, lamentavelmente já falecido, por quem tenho a maior consideração, dizia que o político medíocre pensa na próxima eleição enquanto o político sério, pensa na futura geração.”